Na era digital, profissões que aliam marketing, vendas e tecnologia terão maior evidência em 2017

Que o mundo está mudando não resta dúvidas, agora, que está havendo uma ebulição no mercado não apenas com relação à essa “marolinha” pela qual atravessamos no cenário político e econômico, mas, sobretudo, nas relações com o cliente, que se modernizou e está ainda mais exigente e imediatista. Nunca a concorrência foi tão acirrada como atualmente, deixamos de ser locais e passamos a ser globais. Lembro que há pouco mais de 15 anos dizia-se que um cliente insatisfeito espalhava para outros 10 clientes e cada um para outros tantos, enfim, coisa do passado! Hoje, um cliente insatisfeito não se dá a esse trabalho, ele vai no facebook e com um post, simplesmente devasta a imagem da organização, empresa ou profissional e o oposto também se faz verdade.

Isso significa que as empresas devem estar cada vez mais preparadas para esse “novo” cenário qualificando-se para atender às demandas emergentes deste cyberconsumidor na plataforma virtual em todos os segmentos de mercado: de serviços médicos a compra de supermercado, de profissional liberal a estruturas organizacionais mais complexas e elaboradas, todos terão que se adaptar a esta nova realidade.

Assim, minha aposta, não apenas para este ano, mas para os próximos que estão por vir, é em um nicho profissional ligado a uma área cada vez mais dinâmica e veloz: A de marketing digital! Então, veja quais são as profissões que vão bombar neste segmento:

1.    Webdesigner: Elabora sites, antes se faziam sites institucionais, hoje, se fazem sites mais responsivos, comerciais e dinâmicos, onde a interatividade com o cliente em qualquer dispositivo: computador, tablet ou smartphones é o ponto alto, além da facilidade de navegação, interatividade para cadastramento e fechamento de vendas.

2.    Social Mídia (Analista de Marketing Digital): Cuida da imagem e presença da empresa nas redes sociais e monitora a sua participação, crescimento, curtidas, comentários, seguidores engajados, personas (quem acessa? A que horas? O que visita? Qual o gênero? Idade? Escolaridade?), dentre outras características desse consumidor. O que acontece ainda hoje em dia, é que muitas agências e profissionais só percebem o facebook como rede social para promover posts e anúncios, ignorando completamente outras redes sociais que podem ter um resultado até mais eficaz. Ora, se o trabalho deste analista é o de promover o encontro entre o que a empresa tem para oferecer a um determinado público, não se pode gastar todas as fichas em uma única rede social. Desse modo, cada vez mais, este profissional deverá desenvolver uma capacidade de análise e conhecer o máximo de redes sociais disponíveis atualmente para melhor adequar a oferta de produtos e serviços ao seu público característico que, via de regra, está conectado em diversas redes que melhor atendam ao seu interesse naquele momento.

3.    Copywriter: Elabora textos comerciais para sites, campanhas de e-mail marketing e outros. Este profissional trabalha em agências ou como freelancer normalmente junto com o setor de criação de uma campanha publicitária, é o responsável por entregar uma palavra, frase ou texto que conceitue comercialmente o produto ou serviço a ser ofertado, para isso, precisa conhecer bem o público-alvo de maneira a entregar um texto com uma linguagem específica, por exemplo, um mesmo produto pode ser oferecido a um grupo de executivos e a um grupo de estudantes universitários, mas certamente, a linguagem a ser utilizada na campanha será diferente para cada público.

4.    Desenvolvedor Mobile: Cria aplicativos para diversos dispositivos, como: computadores, tablets e smartphones. Cada vez mais as empresas e profissionais precisam desenvolver um ambiente virtual para ter maior interatividade com o seu cliente de maneira cada vez mais rápida, prática e efetiva.

5.    Atendente de WhatsApp: Embora surgido há pouco tempo, essa atividade, já desponta como um serviço de atendimento essencial nas empresas, pelo baixo custo de implantação, pela alta interatividade que confere agilidade e precisão ao dar retorno ao cliente e ao atender às suas demandas. Mas não pense que para ocupar esse posto é suficiente conhecer a ferramenta. Esse profissional precisa entender da dinâmica organizacional, tem que ser hábil na resolução de problemas, deve conhecer bem os produtos e serviços ofertados e, talvez, o principal, deve ter uma gramática impecável, afinal, pior do que um mal atendimento, seria cometer um crime de assassinato contra o nosso bom e velho português.

No mais, fundamental em todos os casos, é que o profissional não fique amarrado apenas à parte técnica, mas invista em uma formação de marketing digital ou cursos de vendas pela internet e não pare de se especializar e descobrir técnicas e ferramentas novas que tragam resultados efetivos para o cliente, afinal, o número de seguidores é insignificante se não há faturamento que justifique todas essas ações.

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre esse e outros assuntos e quiser vê-los respondidos por aqui, mande um e-mail para: fale@cibracoaching.com.br.

Nelson Vieira
 

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Click Here to Leave a Comment Below 0 comments

Leave a Reply: