Querer todo mundo quer… já realizar que é bom…!

Você já ouviu alguém dizer que quer fazer alguma coisa, mas, quem sabe um dia?! Tipo: “um dia vou ter um carro desses”; “um dia vou viajar para os EUA”; “um dia vou fazer uma festa dessas…”; “um dia…”

O que leva as pessoas a quererem conquistar tantas coisas, mas concretizar muito pouco? A falta de objetividade. Fato!

E isso está tão impregnado na nossa cultura que falamos sem nem nos darmos conta de que, das duas uma: ou não queremos aquilo que dizemos que queremos ou alimentamos a pseudo-esperança de que nós vamos conseguir … um dia! (… se Deus quiser!)

Isso me faz lembrar, como certa vez em que estávamos, eu e um amigo andando pelo centro do Rio de janeiro, quando ele encontrou, por acaso, um “velho amigo” que, segundo ele, não o via há aproximadamente 10 anos. Ambos se cumprimentaram e dialogaram:

– E aí, o que você anda fazendo?

– Ah, tenho andado bem ocupado. E você?

– Nossa mano velho, eu também! Aliás, vamos marcar para nos encontrarmos e bater aquele papo uma hora dessas…

– Isso, muito importante, vamos marcar qualquer dia desses!

– Vamos! Forte abraço, tchau!

– Outro! Tchau!

Confesso que fiquei confuso e ao mesmo tempo curioso, pois aprendi na minha vida que um ano tem apenas 12 meses, que um mês, exceto fevereiro, tem 30 ou 31 dias, que uma semana tem 7 dias e que um dia tem 24h, mas acho que perdi a aula em que a minha professora ensinou “uma hora dessas…” e “qualquer dia desses…”. Então cheguei a uma conclusão: Tá explicado porque eles não se viam já há uns 10 anos! Justamente por causa de “qualquer dia” e “uma hora dessas”, que simplesmente não existem! Logo, vão passar pelo menos mais uns 10 anos para se encontrarem e ainda assim, se o destino ou a sorte derem uma forcinha para eles se esbarrarem novamente, por acaso.

Meu aprendizado disso tudo? A expressão “Um dia desses…” pressupõe “nunca!”, pois o nosso poder pessoal está exatamente em fazer acontecer, por isso, existe uma coisa chamada planejamento, mas planejar sem ação também é irrelevante. Ele só funciona de verdade quando, de fato, queremos e fazemos por merecer.

Portanto, se você tiver um sonho e quiser realiza-lo, deve se apropriar dele com toda a sua força e o primeiro passo é desenvolver um projeto de realização pessoal, abaixo algumas dicas básicas para iniciar:

1- Tenha um objetivo bem específico;

2- Desenvolva um conjunto de metas sucessivas com prazos bem definidos para alcança-lo;

3- E, o mais importante: Tenha atitude massiva focada no objetivo principal, executando as metas traçadas passo-a-passo uma de cada vez. Jamais tente fazer tudo de uma vez só!

Muita gente defende que para realizar um sonho basta dar o primeiro passo, eu complemento que, tem que dar o primeiro passo na direção certa, o que só é possível quando colocamos esse projeto no papel, apesar de que ouço muita gente dizendo que ele está prontinho … na cabeça. Como é que é? Na cabeça?! Depois ainda me dizem que deram o sangue e fizeram de tudo o que estava ao seu alcance e me perguntam o que deu errado!

Ora, se não está no planejamento, não existe um projeto, então, é só uma ideia, que não se sustenta. Todo grande sonho precisa de um projeto, pois dele criamos indicadores que funcionam como navegadores e nos dão a direção certa além de parâmetros para saber se estamos nos aproximando ou não da realização do nosso objetivo principal: O nosso sonho maior!

Por fim, antes mesmo de entrar em ação, todos os dias da sua vida, faça um exercício de visualização do seu objetivo como se já tivesse sido alcançado, sinta tudo o que ainda não aconteceu, viva tudo o que ainda não viveu, veja, ouça, respire, emocione-se, vibre, comemore como se já o tivesse conquistado. Depois volte para o momento presente, revisite o seu projeto, monitore o número a ser batido, arregace as mangas e trabalhe, afinal, você é o único responsável pelo seu sucesso e pela sua felicidade. Vá a luta! Faça por merecer!

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre esse e outros assuntos e quiser vê-los respondidos por aqui, faça como a, mande um e-mail para: fale@cibracoaching.com.br.

Sobre o Autor

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Deixe um comentário 0 comentários

Deixe um comentário:







Scroll Up