Gestão e produtividade

Ontem comemoramos o “Dia do Trabalho” e, por isso, vamos falar de produtividade? Você sabe como formar um time vencedor? Como evitar a dispersão na equipe gerando propósito e comprometimento? E outras particularidades que dizem respeito a todo profissional que gerencia ou lidera uma equipe? Vamos lá então:

1) Como faço para formar um time vencedor?

Bem, antes de formar um time vencedor tenha claro o significado de time, pois o maior erro que líderes, gerentes, empresários ou empreendedores cometem é o de querer formar um time considerando somente o aspecto “afinidade” como critério de seleção, talvez porque seja mais confortável do que administrar as diferenças. No entanto, um time, para ser considerado como tal requer competências e até mesmo estilos comportamentais diferentes, que agreguem uns com os outros numa soma que ao final será muito maior do que o todo. Basta lembrar do filme “Quarteto Fantástico” no qual encontramos 4 pessoas completamente diferentes que, isolados eram mais fracos do que o inimigo, no entanto, quando somavam forças tornavam-se imbatíveis.

2) Como manter a equipe focada no desafio gerando propósito e comprometimento?

Foco diz respeito a motivação diária para realizar algo, ou seja, quando a comunicação é clara, óbvio que a possibilidade de dispersão é menor, mesmo assim, pode ser que aconteça, importante é que o líder juntamente com a equipe, em conversas individuais e em grupo, definam uma estratégia clara a ser seguida e honrada por todos, integrando todos os esforços para evitar ações conflitantes entre as pessoas e as equipes.

Um coisa que dificulta bastante o trabalho em equipe é a ausência de um propósito, então compreenda, nenhum estímulo externo tem um impacto positivo sobre o comportamento interno, portanto, só há uma maneira de gerar propósito, de dentro para fora, assim, pergunte: – O que lhe leva a abraçar essa causa?; – Que motivos o levam atrabalhar nesta empresa?; – Você gosta realmente do que você faz? O que pode ser melhorado? O que mais o orgulha em suas atividades profissionais? E pode, ainda, gerar um nível maior de comprometimento perguntando: O que você vai fazer para lembrar de realizar tal tarefa? Como eu posso ficar sabendo que você o fez? De 0 a 10, quanto você está comprometido com esse desafio?

3) O que é necessário para manter o foco na solução e não no problema?

Infelizmente é quase uma regra de mercado dar mais foco no negativo do que no positivo, o pior é que a escola e os pais ensinam isso aos alunos, por exemplo, diante de uma nota vermelha que invariavelmente vem seguida da célebre e perturbadora pergunta: “- Por que essa nota vermelha no seu boletim?”, como se percebe, essa pergunta leva ao problema, mas não resolve nada, pois as respostas são as mais criativas e diversas possíveis, tipo: – Não sei! fessor” me deu! E outras que vocês conhecem bem. Mas esse menino cresce e vai para o mercado de trabalho e, um dia, ao chegar atrasado, é surpreendido pelo chefe que o aborda: “- Por queeeeeeee?” e as respostas tenho certeza que vocês também já conhecem: “- Deu prego no ônibus”; “- Relógio não despertou”; “- Morreu fulano”; enfim…. foco no problema. Como sair dessa incômoda situação? Simples, mudando o foco, ora! Começando pela pergunta: “O que você pode fazer para não chegar mais atrasado?”, isso automaticamente, faz com que o indivíduo repense sua atitude e traga uma solução ao invés de uma desculpa.

Ah! Detalhe: Se ele se recusar a lhe responder, é por que ele pensou na solução, mas não verbaliza, talvez por não conhecer ou lamentavelmente para não se comprometer, então, se for pelo segundo motivo, quem deve pensar acerca da permanência deste indivíduo no time é você!

TRABALHADOR BRASILEIRO, estamos vivendo um momento delicado e histórico, a luta não é entre patrão e empregados, estes fazem parte de um mesmo time. A nossa luta é outra!

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre esse e outros assuntos e quiser vê-los respondidos por aqui, mande um e-mail para: fale@cibracoaching.com.br.

Sobre o Autor

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Deixe um comentário 0 comentários

Deixe um comentário:







Scroll Up