O desafio da autoliderança como um fator competitivo

Poucos sabem, mas o desafio da liderança passa primeiramente pelo autoconhecimento, pois é impossível liderar um grupo de pessoas se você não lidera a si mesmo, como diria um grande e saudoso amigo, promotor de justiça, que já não está entre nós: “Como eu poderia ser um promotor (aquele que promove a paz e a ordem) se eu não conseguia promover dentro de mim mesmo?”. Nesse momento, parou tudo para fazer uma autoanálise e então percebeu vários pontos que precisava mudar e, finalmente, quando isso foi feito, ele não apenas teve um resultado surpreendente em suas atividades de trabalho, como também, uma grande transformação em sua vida pessoal.

Esse desafio passa, obviamente, pelos grandes lideres, no entanto, promover esse autoconhecimento não é tão simples quanto parece e, em alguns casos, chega a ser até assustador, uma vez que vamos nos deparar com todas as  forças e fraquezas, virtudes e vícios, acertos e erros, potencialidades e limitações, mas é exatamente aí que se encontra o grande desafio.

Vou abordar de maneira breve aqui a importância desta reflexão para o desempenho profissional utilizando um conjunto de forças pessoais definido por Martin Seligman, na psicologia positiva, que,  ao reconhece-las, passamos a atuar mais em harmonia entre aquilo que pensamos, a maneira como sentimos e a forma como agimos e isso nos levará, fatalmente, a um nível maior de engajamento e consequentemente a um nível surpreendente e extraordinário de performance, como no exemplo abaixo:

O Ayrton Senna, em uma performance espetacular num GP em Mônaco, onde ele estava imprimindo uma velocidade e perfeição no traçado impressionantes, em uma entrevista relatou que é como se ele não estivesse mais ali no cockpit do carro, era como se ele e o carro tivessem se fundido e se tornado um só, até que ao receber uma mensagem por rádio do seu engenheiro para reduzir, ele se desconcentrou e bateu.  Resumo: Ele estava apreciando e curtindo a trajetória, o momento, atento a cada detalhe da corrida, de tal maneira que a vitória, tornaria-se uma mera consequência se ele não tivesse batido.

A isso eu chamo de “sublime inspiração”, que acontece quando entramos em estado de flow (fluidez) com aquilo que fazemos, a sensação é de que o tempo parou, não sentimos fome, dor, nem sede, simplesmente nos deleitamos com o nosso trabalho, não importa qual seja, é como se naquele momento nada mais existisse e quando algo externo acontece, quebra todo o raciocínio e depois tem um longo tempo de retomada, como no exemplo acima, do Senna.

Desse modo, para desenvolver um maior estado de fluidez em suas atividades é fundamental conhecer as suas forças pessoais que o tornam virtuoso em algo específico. Abaixo, destaco um conjunto de seis virtudes, consideradas essenciais ao Ser Humano, segundo pesquisa realizada no campo da psicologia positiva, são elas:

  • Sabedoria – Nela está um conjunto de forças pessoais caracterizadas pelo amor ao conhecimento, criatividade, curiosidade, discernimento e pensamento crítico, perspectiva, que define o modo como se percebe uma dada situação pelo seu ponto de vista e sabedoria;
  • Coragem – As forças pessoais a se desenvolver, nesse caso, são: a perseverança, a bravura e o valor, vitalidade e entusiasmo e integridade e honestidade;
  • Humanidade – Refere-se a capacidade de amar e ser amado, inteligência social e emocional, assim como à bondade e generosidade;
  • Justiça – Trata-se da cidadania e espírito de equipe, equidade, que consiste em tratar a todos com imparcialidade promovendo um julgamento justo, respeitando a igualdade de direitos a todos e liderança;
  • Temperança – As forças que se sobressaem nesse caso, são: a modéstia e a humildade, agir com prudência e cautela, ter autocontrole em situações extremas, sobretudo quando o equilíbrio emocional é colocado à prova, além do perdão;
  • Transcendência – Pessoas que desenvolvem essa virtude, apreciam a beleza e a excelência das coisas, sentem-se gratos e expressam essa gratidão, experimentam sentimentos de fé, esperança no novo e otimismo, agem com humor e alegria e normalmente, têm um grau acentuado de espiritualidade e senso de propósito, que diz respeito ao quanto a pessoa está conectada com algo maior e que revela o verdadeiro sentido das suas ações ao invés de fazer só por fazer;

A Cia Brasileira de Coaching está com uma turma de Leader Coaching nos próximos dias 13 e 14/12/2018 em Belém. Inscreva-se através do nosso whatsapp (11) 99546 8145.

Gostou do tema? Tem alguma experiência parecida? Compartilhe comigo, terei o maior prazer em conhecer a sua história e quem sabe, contribuir com outras pessoa que têm as mesmas dificuldades, envie suas dúvidas, sugestões, sua opinião para o whatsapp (11) 99546 8145 ou mande um e-mail para fale@cibracoaching.com.br. Você poderá fazer parte do nossa próxima edição.

Sobre o Autor

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Deixe um comentário 0 comentários

Deixe um comentário:







Scroll Up