Principais obstáculos a serem vencidos para obter resultados incríveis no novo ano que se inicia

Não é de hoje que as pessoas muitas vezes se lançam a uma busca desenfreada para obter sucesso na vida e alcançar a realização dos seus sonhos, imagino que esse seja o desejo de cem em cada cem pessoas com quem eu converse, lógico, prestígio, segurança, conforto, bem-estar, poder realizar os sonhos mais incríveis e inimagináveis, todos querem, no entanto, desses, se abordarmos aqueles que estão realmente fazendo alguma coisa para realizar, possivelmente 10% continuará na conversa, e se formos além e perguntarmos quem estaria disposto a pagar o preço, talvez venha aí a grande surpresa: Menos de 1% continuará, por que a jornada é árdua.

Portanto, é muito importante ficarmos atentos aos fatores de interferência que nos atrapalham sobremaneira na escalada rumo ao nosso estado desejado, principalmente os internos, que silenciosamente nos impedem de atingir resultados mais satisfatórios sem que sequer percebamos pois normalmente se encontram na nossa “zona de mal hálito”, ou seja, é facilmente percebido pelos outros, menos por quem o emite, portanto, olhos, ouvidos e sensores ligados para essas dicas:

1- Uma coisa é você ter a autoestima elevada, outra coisa é você só olhar para si e esquecer dos demais, às vezes a pessoa tem o ego tão inflamado que perde a noção do que está ocorrendo ao redor, tornando-se individualista, competitivo e muitas vezes desleal. Compreenda que é muito importante reconhecer o talento e a “arte” de outros profissionais, afinal, é essa diversidade que enriquece a individualidade, portanto:

· Procure agradecer mais;

· Seja gentil com as pessoas;

· Compreenda que elas não necessariamente precisam ter o mesmo conhecimento que você, elas podem saber muito de outros assuntos, de tal maneira que quando trocam conhecimentos, ambos crescem;

2- O orgulho não é, definitivamente, um recurso útil para quem quer empreender e crescer na carreira ou na vida. Importante compreender que ninguém jamais alcança um posto de destaque na vida sem a ajuda de terceiros, seja de familiares, amigos, parceiros de negócios, equipe de funcionários, colaboradores, clientes e toda a cadeia que sustenta a sua caminhada, então, pedir ajuda quando necessário, além de um gesto de nobreza, é humano, isso o coloca mais próximo dos “mortais”, e prolonga a sua vida, sua saúde e a de sua empresa, evitando que você se sinta como se estivesse carregando um piano nas costas, que é o que acontece com o orgulhoso, o que o levará faltalmente a uma patologia que já é há muito tempo considerada o mal do século: O “burnout” (quando a pessoa vai se queimando sozinha, muitas vezes pelo excesso de preciosismo e centralização). Torne a sua caminhada mais leve na companhia de outras pessoas, compartilhe o peso e você perceberá que poderá chegar muito mais longe num curto espaço de tempo;

3- “Sempre desconfie dos extremos: por trás de toda fragilidade pode haver um ‘lobo’ pronto para dar o bote e por trás de toda força bruta, há uma fragilidade oculta”, é o que eu sempre digo em todas as minhas formações e palestras. Desse modo, procure compreender quando o seu comportamento está prestes a abafar o das demais pessoas com quem se relaciona. Aquele famoso “sim, já sei…” recusando-se a ouvir observações e feedbacks de terceiros é talvez o mais característico deles, pois ao negar dicas, orientações ou mesmo “puxões de orelha”, provavelmente você estará abrindo mão de crescer mais um pouco e correndo um sério risco de cair na acomodação;

4- E por falar nisso, cuidado com aquele famigerado “mais 5 minutos de soninho gostoso”. A primeira decisão que tomamos todos os dias é abrir os olhos e levantar ou ficar “só mais um pouco”, só que essa segunda decisão pode lhe custar muito caro, não apenas pela questão de compromissos perdidos por conta de horário, mas pela questão da saúde mesmo, já que provavelmente você entrará numa ciranda louca de urgências levando-o a um nível elevado de stress. Desse modo, para vencer a preguiça, vai aí uma dica: Liste todas as noites antes de dormir, as ações principais a serem feitas no dia seguinte, isso não apenas o ajudará a vencer a preguiça e a procrastinação, mas o manterá mais focado no seu objetivo para que você termine o próximo ano com muito mais motivos para celebrar do que para lamentar.

Espero ter ajudado de alguma forma e que sirva como uma rica fonte de reflexão para uma possível mudança de atitude que o levará a estágios mais elevados em todos os aspectos da sua vida.

Gostou do tema? Passou por alguma experiência parecida? Compartilhe comigo, terei o maior prazer em conhecer a sua história e quem sabe, contribuir com outras pessoa que têm as mesmas dificuldades, envie suas dúvidas, sugestões, sua opinião para o whatsapp (011) 99546 8145 ou mande um e-mail para: fale@cibracoaching.com.br. Você poderá fazer parte do nossa próxima edição.

Nelson Vieira
 

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Click Here to Leave a Comment Below 0 comments

Leave a Reply: