Por que as pessoas fracassam?

Certa vez, em uma conversa informal com um amigo, eis que ele me surpreendeu com a seguinte pergunta: – Por que as pessoas fracassam?

Lógico que eu fiquei bastante pensativo e foi inevitável perguntar pra ele:

– O que é fracasso pra você?

Ele me respondeu:

  • Fracasso é não conseguir atingir um objetivo. É a perda de status ou de bens financeiros e materiais.

Cheguei a conclusão de que as pessoas, de maneira geral, relacionam o fracasso apenas a alguns aspectos da vida, como a perda de bens materiais, financeiros ou mesmo pessoais (status). Dessa maneira, perdem de vista o que está por detrás de todo prejuízo: O aprendizado!

O tempo inteiro estamos aprendendo algo e, nem sempre as melhores lições vem das experiências bem sucedidas, pois o desafio está exatamente em superar-se, logo, é preciso ter disposição para passar pela dor sem se deixar absorver por ela, mas pelo contrário, abstraíndo o que há de melhor em cada situação.

É muito comum, quando o indivíduo vem de um bom resultado, receber elogios e reconhecimentos e uma frase clichê do tipo: “- Pronto, agora é só manter”, aí está um erro grosseiro, pois “o manter”, pode conduzí-lo ao perigo iminente da acomodação e do conforto, é quando o indivíduo baixa a guarda e relaxa tanto, a ponto de perder o foco e a atenção, esquecendo-se que o mundo não para, as coisas mudam a todo instante, alguns evoluem e outros … retrocedem, dentre esses, cuidado, pode estar você, que, em tese, deveria somente “manter” os bons resultados, mas nem isso conseguiu porque você entrou numa zona muito perigosa para quem deseja ter bons resultados na vida: A zona de conforto!

O ideal, portanto, neste caso, seria dizer, após cada bom resultado: “O que eu posso implementar em minhas ações para ter um resultado melhor ainda?”, com isso, o comando é, ao invés de se acomodar com o resultado obtido, continuar se empenhando ao máximo para promover melhorias que visem assegurar os resultados já obtidos ou potencializá-los ainda mais.

No entanto, é preciso ter a consciência de que empreender uma ação nem sempre é sinônimo de alcançar o resultado desejado, pelo contrário, falhas podem ocorrer a todo momento, inclusive na fase de planejamento, o que é perfeitamente normal e até compreensível, entenda de uma vez por todas que não há mal algum em errar, o problema é aceitar o erro como uma condição imutável e permanecer nele ou desistir de tudo! Isso sim,  é fracasso!

Portanto, errou? Pergunte-se: “- O que eu aprendi com isso?” e então reflita: “ – O que eu posso fazer diferente para ter um resultado melhor?”. Esse é o questionamento dos vencedores, das pessoas que fazem a diferença no mundo, dos profissionais bem sucedidos. Aliás, eu estou convicto que, se há uma caracteristica em comum em todas as pessoas bem sucedidas, é que nunca estão satisfeitas com os resultados que obtiveram, sempre querem melhorar a sua marca pessoal, sempre estão buscando o aperfeiçoamento constante e querem entregar cada vez mais e melhor. O desafio é que os move!

Desse modo, o que é fracasso pra mim?  É aceitar a condição de que tudo acabou, é desistir de um sonho, de um projeto, desistir da vida, é deixar de almejar algo melhor para si e para aqueles que o rodeiam, isso é fracasso! Então, enquanto você estiver vivo, senil e com saúde, nada acabou e todo dia é dia de dar uma virada, não esqueça jamais que, quem procura, acha! Se você ainda não encontrou o que busca, continue procurando, entre em movimento, porque enquanto você pensa, nada acontece! Mas quando você entra em movimento na direção certa, ou seja, daquilo que você procura, as portas e janelas vão se abrindo e uma hora você encontra, nem que seja aprendizado! Mas encontra algo de bom e substancial para ser bem sucedido. Cabe a você, decidir se entregar ou seguir em frente apesar da dor, do cansaço, da desilusão, das frustrações, das decepções, enfim, de todos os ingredientes necessários para compor uma linda história: A sua!

E lembre-se:  Perdeu tudo? Só existe uma maneira de voltar a conquistar e com certeza, não é responsabilizando os outros pelo que lhe aconteceu, mas fazendo uma reflexão acerca do que você fez que o levou a esta situação para não permitir que isso volte a acontecer. A isto chamamos de APRENDIZADO!

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre esse e outros assuntos e quiser vê-los respondidos por aqui, mande um e-mail para: fale@cibracoaching.com.br.

Nelson Vieira
 

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Click Here to Leave a Comment Below 0 comments

Leave a Reply: