Vença o sedentarismo intelectual: Exercite o seu cérebro

Dados revelam que o brasileiro está lendo cada vez menos, cerca de 2,43 livros por ano. Como resultado, o cérebro sofre alterações drásticas que vão desde a atrofia do músculo cerebelar até a química, que leva muitas pessoas a desenvolverem distúrbios emocionais pela falta de concentração, dificuldade de interpretação e entendimento daquilo que se lê. Isso origina os famosos analfabetos funcionais (pessoas que sabem ler, mas por não o fazerem, não compreendem e têm dificuldades de interpretar um texto). Vença o sedentarismo intelectual: Exercite o seu cérebro.

Consequências do sedentarismo intelectual:

No Brasil, há atualmente cerca de 11,5 milhões de pessoas sofrendo de depressão e outras 264 milhões com ansiedade. Pior do que isso, é a ansiedade e depressão agindo ao mesmo tempo no indivíduo, pois o coloca em um maçante estado de inércia. A internet, os avanços tecnológicos, as redes sociais e as mudanças de costumes, comportamentos e hábitos, bem como o próprio mercado de trabalho contribuem para o agravamento desse quadro, quase epidemiológico no país. Pensando nisso, uma dessas mudanças recentes diz respeito justamente ao hábito da leitura.

Portanto, é importante o tempo inteiro estar exercitando a nossa massa cinzenta, seja através de palavras cruzadas, leituras, aprendendo coisas novas a cada dia ou fazendo coisas diferentes, como: escrever com a mão contrária, pensar em um trajeto diferente todos os dias para casa, criando maneiras diversas de colocar o cadarço no tênis, dentre outros mais. A esse tipo de exercício, chamamos de neuróbica, a própria malhação dos neurônios. Isso ajuda a manter o cérebro ativo e em constante estado de alerta, pois fazendo coisas diferentes, ele está absorvendo informações diferentes, aprendendo coisas novas, vencendo o sedentarismo intelectual e, estímulo é o que não falta para isso.

Neste sentido, qual a importância da leitura?

  • Enriquecimento do repertório vocabular;
  • Melhora o nível da conversa por conta da elevada quantidade de informações;
  • Combate o stress;
  • Acalma o pensamento;
  • Organiza o raciocínio lógico;
  • Reduz a sensação de fadiga crônica e cansaço mental;
  • Escreve melhor;
  • Possibilita maior empregabilidade;
  • Ajuda a desenvolver habilidades sociais; e
  • Contribui decisivamente para um maior o equilíbrio emocional.

Óbvio que, para vencer o sedentarismo intelectual é imprescindível a leitura, pois com o cérebro ativo, aumenta a possibilidade de se fazer muitas coisas, como: planejar os próximos passos, fazendo uma coisa de cada vez no momento presente, eliminando assim os efeitos nocivos causados pelo stress e pela ansiedade.

No entanto, nós, sobretudo, os jovens, estamos nos tornando cada vez mais imediatistas, queremos acesso a informação rápida, então para que ler um livro inteiro se eu posso ter acesso ao resumo? Para que exercitar a grafia do português se o dialeto “internetês” é perfeitamente compreensível?

Logo, o que há 30 anos era uma diversão, a leitura, passou a ser entediante nos dias atuais, não por que a pessoa não goste de ler, mas porque está com o cérebro destreinado para receber aquela carga de informação, o que exige um número de sinapses maiores e consequentemente demanda muito esforço para compreender um texto.

Então, o que fazer para ler mais e melhor?

Simples, se você não tem o hábito da leitura, comece aos poucos, comece introduzindo doses homeopáticas, se não dá para ler um capítulo inteiro, leia um parágrafo por vez, com pequenas pausas entre eles. Diversifique as fontes de leitura, que pode ser uma revista, um gibi, jornais, auto-ajuda, não importa. Comprometa-se a ler uma página por dia ao invés de tentar “matar” um compêndio de 300 páginas de uma vez. Essa seria uma luta desigual! Depois, aos poucos, você vai aumentando a frequência, na medida em que vai exercitando o cérebro.

Por fim, a leitura desvia o foco dos problemas, contribuindo para a sua saúde, portanto, leia durante os intervalos, na espera para uma consulta médica, no transporte público, no avião, em casa. Supere a desculpa do tempo! Eu desconheço uma sociedade que tenha se desenvolvido e erradicado a pobreza extrema se não for pela educação, pela leitura.

Assim, desenvolva-se continuamente, por isso, a Cia Brasileira de Coaching está com uma nova turma para o workshop de Liderança e autogestão a ser realizado no período de 08 a 09/11/2019, das 8h às 18h em Belém. Obtenha maiores informações através do nosso whatsapp (11) 99546 8145.

Gostou do tema? Tem alguma dúvida ou quer que eu escreva sobre algum assunto em especial? Envie sua opinião para o whatsapp (11) 99546 8145 ou mande um e-mail para nelsonvieira@cibracoaching.com.br  você poderá fazer parte do nossa próxima edição.

Nelson Vieira
 

Nelson Vieira, sou Advanced Coach Senior e Master Coach Trainer, certificado por diversas instituições internacionais ao redor do mundo, tendo formado aproximadamente 5 mil coaches pelo Brasil. Para conhecer mais acesse: www.nelsonvieira.com.br

Click Here to Leave a Comment Below 0 comentários

Leave a Reply:

Scroll Up